O que é Fundação de edifícios?

A fundação de edifícios é uma etapa crucial no processo de construção de qualquer estrutura. Ela é responsável por transmitir as cargas da edificação para o solo de forma segura e estável, garantindo a estabilidade e durabilidade do prédio. Neste glossário, vamos explorar em detalhes o que é a fundação de edifícios, seus tipos, materiais utilizados, etapas de construção e muito mais.

Tipos de Fundação

Existem diferentes tipos de fundação de edifícios, cada um adequado para determinadas condições do solo e características da construção. Os principais tipos são:

Fundação Superficial

A fundação superficial, também conhecida como fundação rasa, é a mais comum em construções de pequeno e médio porte. Ela é utilizada quando o solo possui boa capacidade de suporte e a carga da edificação é distribuída de forma uniforme. Os tipos mais comuns de fundação superficial são a sapata isolada, a viga de fundação e a radier.

Fundação Profunda

A fundação profunda é utilizada em construções de grande porte ou em solos com baixa capacidade de suporte. Ela consiste em elementos estruturais que são cravados ou escavados no solo até atingirem camadas mais resistentes. Os tipos mais comuns de fundação profunda são as estacas, as estacas raiz e as tubulões.

Materiais Utilizados na Fundação

Os materiais utilizados na fundação de edifícios variam de acordo com o tipo de fundação e as características do solo. Os principais materiais são:

Concreto

O concreto é o material mais utilizado na fundação de edifícios. Ele é resistente, durável e possui boa capacidade de suporte de cargas. O concreto utilizado na fundação é geralmente armado, ou seja, reforçado com barras de aço, para aumentar sua resistência.

Aço

O aço é utilizado em conjunto com o concreto na fundação de edifícios. Ele é utilizado para a fabricação de estacas, tubulões e outros elementos estruturais que compõem a fundação profunda. O aço utilizado na fundação é geralmente galvanizado, ou seja, revestido com uma camada de zinco para evitar a corrosão.

Etapa de Construção da Fundação

A construção da fundação de edifícios envolve várias etapas, que devem ser seguidas de forma precisa para garantir a qualidade e segurança da estrutura. As principais etapas são:

Estudo do Solo

Antes de iniciar a construção da fundação, é necessário realizar um estudo do solo para avaliar suas características e determinar o tipo de fundação mais adequado. Esse estudo é feito por engenheiros geotécnicos, que realizam sondagens e ensaios para obter informações sobre a resistência e capacidade de suporte do solo.

Projeto da Fundação

Com base nos resultados do estudo do solo, é elaborado o projeto da fundação. Esse projeto define as dimensões, materiais e técnicas construtivas a serem utilizadas na fundação, levando em consideração as cargas da edificação e as características do solo.

Escavação e Concretagem

A etapa de escavação consiste na remoção do solo para a construção das fundações. Após a escavação, é feita a concretagem, ou seja, o preenchimento da área escavada com concreto. Essa etapa pode ser realizada de forma manual ou com o uso de equipamentos, dependendo do tamanho e complexidade da fundação.

Instalação de Elementos Estruturais

Após a concretagem, são instalados os elementos estruturais da fundação, como estacas, vigas e sapatas. Esses elementos são posicionados de acordo com o projeto da fundação e fixados no solo de forma a transmitir as cargas da edificação para camadas mais resistentes.

Considerações Finais

A fundação de edifícios é uma etapa fundamental na construção de qualquer estrutura. Ela garante a estabilidade e segurança do prédio, transmitindo as cargas para o solo de forma adequada. Ao entender os diferentes tipos de fundação, materiais utilizados e etapas de construção, é possível realizar uma obra de qualidade e durabilidade.