O que é Qualidade do ar na construção sustentável?

A qualidade do ar na construção sustentável é um aspecto fundamental a ser considerado durante o planejamento e execução de projetos de construção que visam minimizar o impacto ambiental e promover a saúde e o bem-estar dos ocupantes. Trata-se da avaliação e controle dos poluentes presentes no ar interno e externo dos edifícios, com o objetivo de garantir uma boa qualidade do ar para os usuários.

Importância da qualidade do ar na construção sustentável

A qualidade do ar é um fator determinante para a saúde e o conforto das pessoas que passam a maior parte do tempo em ambientes fechados, como residências, escritórios e escolas. Estudos têm demonstrado que a exposição a poluentes presentes no ar pode causar uma série de problemas de saúde, como alergias, doenças respiratórias, irritações nos olhos e na pele, entre outros.

Além disso, a má qualidade do ar também pode afetar a produtividade e o desempenho das pessoas, uma vez que a falta de ventilação adequada e a presença de poluentes podem causar fadiga, sonolência, falta de concentração e irritabilidade.

Principais poluentes do ar em ambientes internos

Os principais poluentes do ar em ambientes internos são os compostos orgânicos voláteis (COVs), como formaldeído e benzeno, que são liberados por materiais de construção, móveis, produtos de limpeza e outros. Além disso, os poluentes biológicos, como ácaros, fungos e bactérias, também podem estar presentes em ambientes internos e causar problemas de saúde.

Outros poluentes comuns são o dióxido de carbono (CO2), que é produzido pela respiração humana e pode indicar uma ventilação insuficiente, e o ozônio (O3), que pode ser formado a partir da reação entre poluentes presentes no ar e a luz solar.

Medidas para garantir a qualidade do ar na construção sustentável

Para garantir a qualidade do ar em ambientes internos, é necessário adotar uma série de medidas durante o projeto e a construção do edifício. Uma das principais medidas é a escolha de materiais de construção e acabamento com baixa emissão de COVs, como tintas, adesivos e revestimentos.

Também é importante garantir uma boa ventilação nos ambientes, por meio da instalação de sistemas de ventilação mecânica ou da utilização de estratégias passivas, como aberturas para entrada de ar fresco e ventilação cruzada.

Benefícios da qualidade do ar na construção sustentável

A adoção de medidas para garantir a qualidade do ar na construção sustentável traz uma série de benefícios, tanto para os ocupantes dos edifícios quanto para o meio ambiente. Entre os principais benefícios estão:

– Melhoria da saúde e do bem-estar dos ocupantes;

– Redução do risco de doenças respiratórias e alergias;

– Aumento da produtividade e do desempenho das pessoas;

– Redução do consumo de energia, uma vez que ambientes bem ventilados podem reduzir a necessidade de uso de sistemas de climatização;

– Redução da emissão de poluentes para o meio ambiente, contribuindo para a preservação da qualidade do ar externo.

Normas e certificações relacionadas à qualidade do ar na construção sustentável

Existem diversas normas e certificações relacionadas à qualidade do ar na construção sustentável, que estabelecem critérios e diretrizes a serem seguidos para garantir uma boa qualidade do ar em ambientes internos. Entre as principais normas e certificações estão:

– LEED (Leadership in Energy and Environmental Design): sistema de certificação internacionalmente reconhecido, que avalia a sustentabilidade de edifícios e promove a adoção de práticas sustentáveis, incluindo a qualidade do ar;

– WELL Building Standard: certificação que foca no bem-estar dos ocupantes dos edifícios, incluindo a qualidade do ar;

– NBR 16.401: norma brasileira que estabelece critérios para a qualidade do ar em ambientes internos;

– ISO 16814: norma internacional que estabelece diretrizes para a ventilação e qualidade do ar em edifícios não industriais.

Conclusão

A qualidade do ar na construção sustentável é um aspecto fundamental a ser considerado durante o planejamento e execução de projetos de construção. Garantir uma boa qualidade do ar em ambientes internos é essencial para promover a saúde e o bem-estar dos ocupantes, além de contribuir para a preservação do meio ambiente. A adoção de medidas para garantir a qualidade do ar traz uma série de benefícios, como a melhoria da saúde, a redução do consumo de energia e a redução da emissão de poluentes. Normas e certificações relacionadas à qualidade do ar estabelecem critérios e diretrizes a serem seguidos, garantindo a adoção de práticas sustentáveis.